As luvas de látex natural são as mais indicadas para uso em procedimentos, pois oferecem maior conforto, garantindo um melhor manuseio e proteção adequados.

As luvas de material sintético (como o vinil) são percebidas como menos confortáveis e menos protetoras que o látex, além de terem flexibilidade reduzida. Seu uso não é recomendado em contato com riscos biológicos, visto que o vinil tem maior tendência a micro perfurações durante o uso.

O ajuste e conforto da luva interferem em sua função. As luvas devem ser bem ajustadas à mão.
(Fonte: BIT Anvisa)

 

As Luvas devem:

  • Ser utilizadas para reduzir o risco de contaminação com sangue e outros fluidos corporais pelos profissionais de saúde;
  • Ser utilizadas para reduzir o risco de disseminação de germes para o ambiente e de transmissão do profissional de saúde para o paciente e vice-versa, bem como de um paciente para o outro;
  • Ser trocadas sempre que o profissional entrar em contato com outro paciente;
  • Ser trocadas durante o contato com um mesmo paciente ao mudar de um sítio corporal contaminado para outro, limpo, ou quando estas estiverem danificadas;
  • Ser descartadas após o uso, não devendo o mesmo par ser reutilizado ou lavado.




Baixe Aqui o BIT da Anvisa com as Recomendações